quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Por um todo

Por outro lado eu não sei quem sabe o que faz
Por minutos fico a pensar, tentando não me preocupar
O mundo é apenas uma massa gigante a rodar e rodar?
Ou é uma forma de aprendermos a lidar com o que esta por vir
Um reflexo do que não vemos, mas que no fundo sabemos
Existe algo maior que nós
Ondas de uma superficie plana, chapada entre o céu e o inferno
Terra úmida e fria onde um dia coloquei meus pés calejados de escalar
Montanhas tão mais altas do que posso alcançar
Mentiras intercaladas em sorrisos, risadas
A falsidade de uma língua que eu nunca aprendi a entender
Do que me vale a verdade se tudo que sei é mentira?
É uma cópia, é o reflexo da irracionalidade do ser que um dia eu serei
Ou do que pelo resto de minha vida tentarei fugir
Homens, vocês não sabem o que são
Nem o que fazem
Perdoe-os
Eu não perdoo
Que assim seja
Amém.

Um comentário:

♫ Angélica ♥ Kawai ♪ disse...

Interessnte eu diria...e não sei mais o que dizer... se existe algo maior, menor, igual, ou inexistente só existem duas formas de saber... è ter um super ultra blaster dom paranormal ou ir pro saco de vez... como eu não to afim de visitar a terra dos pés juntos, vou pro Chingu aprender a milenar arte de "sair do corpo com uma camera fotografica" e descobrir todas as verdades ocultas que são chamadas de mentiras...

credo gripe é um saco... @_@