quarta-feira, 3 de março de 2010

Noite

A noite cai tímida
Estende os braços para um chão frio e úmido
Lembra-se das estrelas refletindo teu olhar
Sabe que em poucas horas vai ter que levantar
Doar-se, dar seu lugar ao clarão
Sentir-se sozinha faz parte do contexto
Por isso ela é tão bonita e serena
Ela sabe que não estará sozinha
Não hoje pelo menos...
Até amanhã então.

4 comentários:

Fabioc disse...

Sabe, pra ler coisas profundas é preciso estar com o espírito profundo...
Me chamou a atenção o tíulo do post "Noite" e por ressaltar alguma qualidade nela.
A noite ultimamente está sendo meu pior pesadelo, mas confesso que ainda acho ela poética...

Ma.chine disse...

'Sentir-se sozinha faz parte do contexto'

Mas é só até as estrelas voltarem né?
Diz que sim...

Beijo

Tania Montandon disse...

Bela homenagem a nossa divina proporcionadora de descanso tão necessário :D
beijo

Thaís Dantas disse...

Noite, minha parte favorita do dia, a minhas favorita, a mais linda :D