sexta-feira, 13 de março de 2009

Tonight

Eu poderia simplesmente dizer que hoje a noite será mais uma madrugada de grandes desconfortos e mesmisse. 'Acalme-se' eu digo a mim mesma milhares de vezes ao dia, o que eu gostaria de ser? Eu desejo que tudo o que mais acredito vire realidade, porque viver na fantasia já não dá mais. Eu gostaria que tudo ficasse bom de novo, é a única coisa que eu quero, fora você me prometer que não irá parar de tentar quando eu perguntar quando irá conseguir, eu seguirei, eu te seguirei. Eu não mais deixarei tudo o que poderia ser meu para trás, 'eu vou acordar'...
__

Ela levanta de manhã, escolhe algo para pensar, enquanto teima com o tempo que teima em não passar. Como a vida poderia ser mais fácil ? Como poderia ser mais dificil ? Sua vida é sem agitação, ela vive na mesmisse de todos os dias como se fosse um míssil predestinado a sempre morrer no mesmo lugar. Ela gostaria de chegar no fim dizendo que tudo lhe foi possível, que não faria sentido desistir, não importa o lugar, não importa a conclusão a qual chegasse, ela seria feliz consigo mesma.
Levanta rapidamente a mão direita em direção ao céu, sai dançando lentamente, dando piruetas em sua cozinha e pensando em como a brisa da manhã esta ótima para um passeio no parque, um passeio por sua mente impertinente, potente; Sai pela rua como se fosse a única pessoa dali a saber o que fazia, como se fosse a única predestinada a morrer na praia, como um míssil fora de controle. Ela corre o mais rápido que pode, arranca seus saltos, ela iria subir na vida com os dentes, agarrando ferozmente cada oportunidade e sabendo perfeitamente que um dia, qualquer dia, ela morreria. Saltou em direção a Lua, prevendo uma tempestade de neve, indo em direção ao que ela chamava de vida, pós-vida. Ela havia se cansado de ser ela mesma. Seu dia chegará.

_

Leia como se entendesse o que se passa na mente de uma pessoa que tem tudo, mas não tem nada em determinados períodos. Eu só queria ser diferente a maior parte do tempo.

8 comentários:

Biel Milinkovic disse...

Crise existencial... sou fã de carteirinha dela...

Se vc assistisse Dawson's Creek vc taria ferrada!

PS: eu sou fanático por Dawson's Creek, imagina como EU não fico! ;)

Apesar de q encaro isso como uma coisa boa!

luiz disse...

muito bom seu blog,
belo blog
xD

se puder
http://sonabrisa.nomemix.com/

Saulo disse...

Rsrsrssrsr... Achei engraçado o jeito que você chama os comentários, rsrs...

Abraço.

Agora vai ter 3 mentirinhas com essa, rsrsrsrsrs...



Visite-me se não for muito incomodo.

http://saulolopes.blogspot.com

Joéliton disse...

amei seu texto...

Bjos

Deborah Pimentel disse...

"Leia como se entendesse o que se passa na mente de uma pessoa que tem tudo, mas não tem nada em determinados períodos."

seus textos são perfeitos, exatamente o que sentimos!
te amo branca!

Joéliton disse...

Oi....eu recebi sim, eu gostei muito.
Espero ki vc continue com este maravilhoso livro ....
Desejo toda sorte do mundo, talento eu n vou desejar, porke você ja tem e muuuito...rs.

Bjooss

Caá disse...

obrigada pela visita, e to te seguindo também.

muuuito bem o texto.
ótimo fim de semana
beijos

Fabioc disse...

o ser humano é engraçado pq é um animal q possui personalidade, mas quer ter mtas...somos muitas pessoas em um só corpo

nunca estamos satisfeitos, queremos sempre mais

essas crises de existência são boas pra justificar a existencia...sem elas, não há existência!

seria isso quase um pensamento filosófico? Não ahco que não

Só besteiras de uma sexta-feira

;D

já disse q gostei do novo visual né? Passa la no blog, tem novidades